No início de cada semestre letivo, os novos alunos da UnB são recebidos em uma aula inaugural chamada #InspiraUnB. Neste semestre, o encontro acontecerá em dois momentos com os seguintes convidados:

 

- NATALIA PASTERNAK

Dia 13 de março, às 10h, no Centro Comunitário Athos Bulcão, campus Darcy Ribeiro.

 

Bióloga formada pelo Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo IBUSP, PhD com dois pós-doutorados em Microbiologia, na área de Genética Molecular de Bactérias pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, ICB-USP. Sócia fundadora do blog de divulgação científica "Café na Bancada",  e co-autora do livro Caçadores de Neuromitos vol II,  editora IBIES. Fundadora da iniciativa "Cientistas Explicam", que oferece palestras, aulas e oficinas para escolas, universidades, museus e institutos de pesquisa.

 

Diretora no Brasil do festival internacional de divulgação científica Pint of Science – Um Brinde à Ciência, no qual coordena palestras científicas em bares por mais de 60 cidades do país e colunista da revista Saúde. Atualmente é pesquisadora colaboradora no ICB-USP, na área de ensino de Microbiologia, teacher fellow na American Society of Microbiology (ASM), diretora-presidente do Instituto Questão de Ciência (IQC), para fomentar políticas públicas baseadas em evidências científicas e publisher da revista Questão de Ciência.

 

 

- MILTON HATOUM

Dia 14 de março, às 19h30, no Memorial Darcy Ribeiro (Beijódromo), campus Darcy Ribeiro.

 

Milton Hatoum nasceu em Manaus (1952). Cursou o ensino médio no CIEM (Brasília) e arquitetura na USP. Foi professor de literatura na Universidade Federal do Amazonas e professor visitante na Universidade da California (Berkeley). Estreou na ficção com “Relato de um certo Oriente” (1989), vencedor do prêmio Jabuti (melhor romance). Seu segundo romance, “Dois irmãos” (2000), foi traduzido para doze idiomas e adaptado para televisão, teatro e quadrinhos. Com “Cinzas do Norte” (2005), Hatoum ganhou os prêmios Jabuti, Portugal Telecom, Livro do Ano, Bravo! e APCA.

 

Em 2006, lançou “A cidade ilhada”, uma reunião de contos breves. Em 2008, seu romance “Órfãos do Eldorado” foi adaptado para o cinema, e em 2013 reuniu suas crônicas em “Um solitário à espreita”. Em 2018 recebeu em Paris o prêmio Roger Caillois (Maison de l´Amérique Latine - Pen Club da França) pelo conjunto da obra. Ganhou o prêmio Juca Pato- Intelectual do Ano (União Brasileira de Escritores) pelo seu romance mais recente , “A Noite da espera” (2017), primeiro volume da trilogia “O lugar mais sombrio”.